Category Archives: Criatividade

Caldeirão dos Desejos: a Receita

Assista no Youtube:

Leave a Comment

Filed under Criatividade, LdA, Psicomagia, Visualização

Deixei de lado uma Meta, e agora?

Conversando em uma famosa sala online de PNL, vi um comentário a respeito da dificuldade em manter o foco em Metas por muito tempo. A queixa é quando se tem várias metas, como era difícil se manter em contato com cada uma delas, sem deixar de lado cada uma.

Este assunto me fez refletir, e pensar em responder aqui, em um espaço mais amplo:

Um famoso coach americano uma vez disse que é bom tomar decisões rapidamente, mesmo que não tenhamos a certeza de que são as melhores possíveis. Isso porque provavelmente estarão um pouco erradas, e por isso, quando tomamos as decisões bem rápido, mais rapidamente ainda descobriremos os seus erros, e também rápido poderemos corrigí-los, obtendo maior sabedoria. Continue reading

1 Comment

Filed under Coaching, Criatividade, Produtividade, Tomada de Decisão

Como fazer apresentações de sucesso

Um Mapa Mental Online, feito no Mind Meister, a partir do texto de Marcelo Thalemberg.

Se tiver cadastro no MindMeister, veja-o lá:

Como fazer apresentações de sucesso – Marcelo Thalemberg

Senão, veja nesta imagem:

Comments Off on Como fazer apresentações de sucesso

Filed under Criatividade, Produtividade, Reuniões

Novas leis criam mecanismos de subvenção para a inovação

Novas leis criam mecanismos de subvenção para a inovação, diz ministro.

A expectativas para 2006, são as melhores de todos os tempos, em matéria de Ciência e Tecnologia. Precisamos estar por dentro das noticias da área. As pequenas e médias empresas serão beneficiadas. Confira a matéria. A Lei de Inovação e a “MP do Bem” (Lei 11.196) criam mecanismos inteiramente novos para estimular a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação na indústria. Estes dois diplomas legais vão permitir que sejam alocados nas empresas recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), sob a forma de subvenção. A Financiadora de Estudos e Projetos ((Finep), agência de fomento do Ministério da Ciência e Tecnologia, deve começar a divulgar, em breve, quais as linhas de financiamento para a área, disse ontem (21) o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, após participar do Simpósio de Encerramento do Ano Mundial da Física no Brasil, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife.

Segundo o ministro, “a prioridade será para as micro e pequenas empresas inovadoras, principalmente, nas áreas da política industrial”. Ele explicou que uma das quatro linhas de financiamento, que serão criadas a partir dos mecanismos da Lei de Inovação e da “MP do Bem”, será voltada para as micro e pequenas empresas que já investem ou querem investir em inovação. O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) tenta, agora, a aprovação de uma emenda no orçamento da União, no valor de R$ 200 milhões, para atender a essas novas linhas de subvenção. A emenda já foi aprovada na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados, e seguiu para a Comissão de Orçamento.

As quatro áreas priorizadas pela política industrial do governo federal são Microeletrônica, softwares, fármacos e medicamentos, e bens de capital. O segundo mecanismo são encomendas de projetos pelo Governo de pequenas, médias ou grandes empresas, também mediante subvenção (financiamento não-reembolsável). O terceiro mecanismo consiste na subvenção para que empresas contratem mestres e doutores. E o quarto é a subvenção ao crédito, onde o FNDCT vai cobrir parte da taxa de juros de mercado, resultando em um crédito com taxas de juros de 6% ao ano.

Regulamentada há dois meses, a Lei de Inovação foi criada com o objetivo de estimular a pesquisa e o desenvolvimento de novos produtos e processos na empresa privada, a partir da integração de esforços entre universidades, instituições de pesquisa e empresas de base tecnológica, anteriormente dificultada pela ausência de legislação que a regulamentasse. Já a “MP do Bem” possui um capítulo que trata da inovação tecnológica. Permite a redução de 50% do imposto sobre produtos industrializados (IPI), incidente sobre equipamentos importados para pesquisa e desenvolvimento, e ao assegurar a dedução do Imposto de Renda em valor equivalente ao dobro investido pela empresa em P&D.

Há muitos indicadores de que chegou o momento do setor de Ciência e Tecnologia contribuir decisivamente para o desenvolvimento social e econômico do Brasil”, disse Rezende, que é doutor em Física pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology), durante a palestra que proferiu para físicos do Brasil e do exterior, sob o tema Ciência e tecnologia para o desenvolvimento sustentável: o caso do Brasil.

Ele explicou que um novo modelo de gestão estimulou o aumento da eficiência na execução dos recursos dos Fundos Setoriais, atingindo a marca de 99% de execução dos recursos disponíveis em 2004, e ressaltou que o mesmo desempenho deverá ser alcançado neste ano. Segundo o ministro, a execução dos recursos do FNDCT – compostos, fundamentalmente, por recursos dos Fundos Setoriais – apresentou o seguinte desempenho: R$ 343 milhões em 2002; R$ 581 milhões em 2003, e R$ 601 milhões em 2004, devendo atingir R$ 800 milhões em 2005.

Vanderlan Vasconselos
Coordenação MCT/FINEP/RS
www.finep.gov.br
(51)3287.2199 (51)9998.5504

Leave a Comment

Filed under Criatividade

Reuniões de Equipe – Como torná-las dinâmicas e criativas?

Obter o máximo do trabalho em equipe, principalmente em reuniões de grupo – consideradas, muitas vezes, um evento monótono e desperdiçador de tempo – requer o uso de metodologias especiais, seja para engajar o conhecimento, a participação, a criatividade e a motivação de cada participante, seja para permitir o acompanhamento das decisões tomadas em reunião.

O propósito deste workshop é discorrer sobre técnicas de resolver problemas e direcionamento da criatividade em grupo. O objetivo é auxiliar os profissionais de qualquer área em tornar suas reuniões mais participativas, favorecer ao máximo o rendimento do trabalho em conjunto, auxiliando a tomada de decisão e a implementação de estratégias de execução.

Programa:

  • Vantagens Financeiras de uma Reunião Eficaz
  • Prejuízos do Uso Inadequado do Tempo em Reuniões
  • Dinâmica e Tipos de Reunião
  • Papéis Sociais em Reuniões
  • Equipes criativas
  • Promover Participação
  • Técnicas e Dinâmicas Criativas em Reuniões
  • Pensamento Sistêmico
  • Pensamento Lateral
  • Debate Eficaz
  • Controle do Tempo em Reunião
  • Pautas, Marcações, Confirmações e Formulários de Controle
  • Atribuição de Responsabilidades
  • Follow-Ups e Relatórios de Acompanhamento
  • Comunicação de Progressos

Instrutor:
Antonio Azevedo, administrador e comunicador, Consultor de RH, presta serviços para consultorias independentes na área organizacional. Trabalhou anteriormente na Telemar, na Texaco e na Nashua do Brasil, como também em agências de propaganda (JMM Publicidade, Free Propaganda, Archi Comunicação) e em empresas de serviços (DIMERJ Sistemas, GC Construtora).Desenvolve trabalhos de Consultoria e Coaching, para empresas e profissionais, como Coach Executivo. E é certificado como Trainer em PNL (Programação Neurolingüística), como Consultor Interno de RH e Facilitador de Qualidade e Produtividade. Modera grandes grupos online de discussão na área de Recursos Humanos.

Inscrições:
Entre em contato pelo Formulário de Contato neste site e agende um grupo em sua cidade ou empresa.